Se você nasceu entre 1980 e 1995, precisa ler isso

Millennials- se você nasceu entre 1980 e 1995, precisa ler isso

Se você nasceu entre 1980 e 1995, precisa ler isso

Se você nasceu entre 1980 e 1995, precisa ler isso.

Preciso pergunta uma coisa a vocês, Millennials. Você tem feito o “dever de casa” quando o assunto é investir o seu dinheiro?

A maioria das pessoas não se preocupa com isso ou buscam aprender sobre investimentos quando já estão com problemas financeiros.

Se você, ainda, não tem interesse em investir sua grana e nem pensa na possibilidade de alcançar sua liberdade financeira, talvez não seja culpa sua.

A maioria das coisas que lhes foram ensinadas enquanto você era criança, foi baseada na experiência daqueles que lhe ensinaram e, por sua vez, naquilo que foi ensinado a eles.

Investimentos, inteligência financeira, independência etc, são palavras novas no contexto das finanças, e por isso provavelmente, não faziam parte da vida de seus pais, avós ou de quem criou você.

 

banner ebook introdução ao tesouro direto

Mas afinal, por que você deve se preocupar com isso?

Você deve se preocupar com isso, porque da mesma forma que o mundo está mudando cada vez mais rápido, a maneira de fazer investimentos também está.

A poupança já é uma as piores escolhas a fazer, caso você queira ter uma aposentadoria digna. Seus rendimentos são os mais baixos e mal acompanha a evolução da inflação.

Concentrar investimentos em imóveis também pode não ser uma boa ideia, pois não possuem boa liquidez, a conclusão de uma venda pode demorar mais tempo do que o imaginado e se você precisar de dinheiro com urgência, terá um problema. É preciso por na ponta do lápis, que é preciso arcar com custos para mantê-lo.

Um outro motivo para você começar hoje a fazer investimentos, é que mesmo as pessoas que conseguem investir com frequência, podem estar investindo errado.

Elas investem em fundos caros e pagam taxas desnecessárias.

Hoje em dia, fazer investimentos está tão acessível, que é possível começar mesmo tendo pouco capital disponível.

Para saber mais sobre as possibilidades de investimentos, clique aqui ou aqui para saber sobre armadilhas de investimentos.

A diferença entre ter que trabalhar até os 40, 50 ou 70, por necessidade, estará diretamente relacionada ao seu compromisso…. com você mesmo.

Como falamos anteriormente, a culpa por você não conhecer as possibilidades de investimentos pode não ser sua, no entanto, agora que você enxerga o mundo com seus próprios olhos, você é o responsável pela criação de seu patrimônio.

Um pouco sobre os Milennials

Geração, segundo o wikipédia, pode se referir a conjuntos de descendentes ou estágios de melhorias no desenvolvimento de algo. Geração, é também, como identificamos em uma linha do tempo, pessoas que nascem em determinados espaços de tempo.

Se você é da geração dos “Millennials”, ou geração Y, faz parte de um grupo que representa, mais ou menos, 8% da população brasileira.

Millennial é a geração do milênio, da internet e representa quem nasceu entre 1980 e 1995.

São pessoas ambiciosas e que possuem uma ideia de mundo com mais possibilidades.

A relação entre Millennials e investimentos

Há poucos anos, o brasileiro usava em larga escala a poupança como meio de investimento e quando uma pessoa tinha uma visão de longo prazo, buscava um plano de previdência junto ao banco.

Olhe o gráfico abaixo e veja que o total aplicado na caderneta de poupança é o maior, desde 2015.

 

 

Isso é bom, mostra que as pessoas estão se preocupando em guardar dinheiro.

Mas, também é ruim, porque essas pessoas estão tendo a pior das rentabilidades. 

Em 2015, a poupança rendeu menos que a inflação, ou seja, essas pessoas perderam dinheiro e nem perceberam.

Hoje, estamos presenciando uma mudança cultural quando o assunto é investimento.

É verdade que a poupança ainda concentra a maior parte dos investimentos dos brasileiros, entretanto, a procura por alternativas melhores que poupança e além dos produtos bancários está em pleno vapor.

Certamente, ainda há muito a melhorar.

Segundo os dados de abril/2018 da B3, a Bolsa de Valores brasileira, o número de pessoas físicas ativos na B3 era de 663.270.

Esse número pode parecer muito, mas quando comparamos com a população brasileira, que é de aproximadamente 208 milhões, não é.

O número de investidores ativos na Bolsa de Valores representa apenas 0,32% da população.

Do total de investidores que compram e vendem ações, você tem ideia de quantos fazem parte da geração dos Milennials?

Apenas 0,89% dos investidores da bolsa de valores possuem de 16 a 35 anos.

E isso, na verdade, abrange uma faixa pouco maior que os Milennials.

A grande maioria dos investidores, possuem mais de 46 anos. 

Como você pode conferir no gráfico abaixo, o mercado de ações é dominado pelas gerações X e os Baby Boomers.

Dado: B3. Elaborado por Turn Wise Cursos Financeiros

Para conferir o gráfico de forma interativa, clique aqui.

E por que isso é preocupante ?

Fases da vida 

 

Para melhor explicar o porquê ter poucos Millennials investindo na bolsa é preocupante, você precisa entender uma coisa.

Precisamos falar sobre as três fases que passamos durante a vida, a partir do primeiro salário.

A primeira fase começa quando você recebe o seu primeiro salário e passa a ter poder de compra e de poupança.

Essa fase termina quando você acumula patrimônio suficiente para não depender do seu trabalho para gerar renda, portanto, vamos chamá-la de fase de acumulação. 

Normalmente, no início da vida profissional não se tem muitas contas a pagar e, por isso, é importante desde cedo começar a poupar mensalmente e montar o seu patrimônio.

Já a segunda fase, representa o momento de usar o patrimônio acumulado, ou seja, você terá capital suficiente para viver de renda ou de seu plano de previdência.

Consequentemente, nesse momento você não terá mais obrigação de gerar renda e poderá desfrutar tranquilamente de sua aposentadoria.

Por fim, a terceira fase é quando você já acumulou patrimônio suficiente para usufruir durante a sua aposentadoria, que é possível deixar para seus filhos, netos etc.

Tendo em mente essas fases, onde os Millennials se encaixam hoje?

Aqui está o X da questão.

Atualmente, os Millennials estão justamente na primeira fase.

Possuem mais vigor físico e mental para trabalhar e mais tempo para se prepararem para o futuro.

Uma certeza, é que um dia será necessário parar de trabalhar e gerar renda, seja por vontade própria ou necessidade.

Portanto, é preciso que você tenha clareza que seus atos hoje irão determinar como será o seu futuro.

É preciso começar a poupar e investir. 

Conclusão

Para concluir, a geração do milênio vive a era da informação, um mundo mais acelerado e como consequência, uma fase de disrupção mais precisamente.

Existem diversos aplicativos que te permitem criar uma loja virtual do absoluto zero.

Além disso, é possível se conectar com distribuidores e compradores sem sair de casa.

Nós, Millennials, estamos chegando a cargos de supervisão e de chefia cada vez mais cedo.

Estamos fundando empresas com mais facilidade, possuímos uma ideia de mundo com infinitas possibilidades.

Como o maior número de investidores na bolsa de valores são de gerações anteriores, quem você acha que vai “herdar” essa fortuna. A bolsa de valores é um negócio e também é cíclico.

Falta uma preocupação maior com seu futuro, procure entender porque o mercado financeiro é o caminho para uma vida próspera.

Mais sobre o assunto aqui.

Um grande abraço,

Juntos pela sua liberdade financeira.

assinatura autor Rafael Dadoorian

0/5 (0 Reviews)
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Rafael Dadoorian, CEA®

Rafael Dadoorian, CEA®

Especialista em Investimentos

Artigos relacionado:

Deixe uma resposta

Novidades

Receba em seu email todas as novidades da Turnwise. E saiba antes de todos as novidades que vão te levar a conquistar sua liberdade financeira.