Faça o seu dinheiro render mais. Seus investimentos devem gerar frutos

Faça o seu dinheiro render mais. Os seus investimentos estão gerando fruto

Faça o seu dinheiro render mais. Seus investimentos devem gerar frutos

Para que você construa o seu patrimônio de forma sustentável, é preciso que você faça o seu dinheiro render mais.

 Mas, fazer o seu dinheiro render mais não significa, necessariamente, que o retorno nominal seja grande. É preciso, também, saber comparar com alguns indicadores da economia.

No artigo de hoje quero te alertar e ajudar a esclarecer a diferença entre duas maneiras de acompanhar a rentabilidade de um investimento ou da sua carteira de investimentos como um todo. 

Logo quando eu comecei a investir, além do prazo que eu pretendia levar o investimento, um outro fator pesava bastante na minha tomada de decisão. Observo, como profissional, que o mesmo fator é levado em conta por clientes e amigos na hora de realizar um investimento.

Sobre o que vamos conversar hoje?

  • Índices de preço
  • Inflação: o que é? quem decide a meta? quem apura?
  • Retorno nominal
  • Retorno real
  • Como perder dinheiro mesmo vendo o saldo aumentar?
  • Conclusão

Se você deseja investir com mais consciência, é preciso entender bem esse assunto!

Vamos lá?!

 

banner ebook introdução ao tesouro direto

 

 

Entenda a diferença entre retorno real e retorno nominal

Índices de preço

Índices de preço são números que representam os preços de uma determinada cesta de produtos. A variação desses índices representam a variação média desses produtos ( habitação, transporte, materiais de construção, alimentação etc ).

Os índices que medem a variação do custo de vida são os mais difundidos. Podemos citar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é o índice de inflação oficial e o Índice Geral de Preços (IGP-M), que é muito usado para ajustar o preço de aluguéis.

Inflação, o que é?

O nosso índice oficial para medir a inflação é o IPCA. Ele mede a variação dos custos de alimentos, bebidas, habitação, transporte etc, cada um com um peso específico, como na tabela abaixo.

IPCA_Grupos_Peso_Composição

 

Isso que dizer que se a variação de cada item dessa lista aumentar, na prática, você terá que gastar mais dinheiro para consumir a mesma quantidade do produto.

Quando eu tinha uns oito anos, me lembro que todos os dias minha vó me dava R$ 1,00 para comprar pão. Eu voltava para casa com um saco contendo uns dez pães.

Hoje, se eu for na mesma padaria com R$ 1,00, volto para casa com uns dois ou três pães.

Ou seja, para eu poder comprar os mesmo dez pães que eu comprava quando era garoto, precisarei gastar mais.

E a gasolina? Com quantos reais você conseguia encher o tanque do seu carro ou moto há cinco anos?? E quantos reais você precisa hoje, para encher o mesmo tanque?

Mais dinheiro, correto?!

Esse aumento ao consumidor final, se dá não apenas pela elevação da margem de lucro do padeiro ou dono do posto. 

Se dá pelo aumento da inflação, os custos para que eles possam estar ali, comercializando um produto também aumentaram e é preciso repassar o aumento ao consumidor final. Você e eu!

Podemos dizer, então, que quanto maior a  inflação, menor é o seu poder de compra.

Por isso, faça o seu dinheiro render mais que a inflação para preservar o seu poder de compra ao longo do tempo.

Quem decide a meta?

Cabe ao CMN (Conselho Monetário Nacional) estipular a meta da inflação para o ano. 

O CMN é composto pelo Ministro da Fazenda (presidente do conselho), Ministro do Planejamento e o Presidente do Banco Central.

O Conselho é o órgão máximo do Sistema Financeiro Nacional e tem por objetivos formular a política monetária visando estabilidade da moeda e o desenvolvimento econômico do País.

Quem apura?

Apesar do CMN estipular a meta da inflação, o cálculo do IPCA é feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e divulgado mensalmente.

Você pode conferir os dados de inflação aqui!

Retorno Nominal (taxa nominal)

O retorno nominal de um investimento, ou de uma carteira de investimentos, é aquele observado comparando o valor investido com o valor atual.

Por exemplo, se você faz uma aplicação de R$ 1.000,00 e doze meses depois o seu saldo é de R$ 1.200,00, o seu rendimento nominal é de 20%.

O retorno nominal é calculado da seguinte forma: 

fórmula ROI

 

Do exemplo, temos: 

ROI = [(1200 -1000)÷1000 ] x 100 -> (200 ÷ 1000) x 100 -> 0,20 x 100 -> ROI = 20%

*ROI: Return on Investment = Retorno sobre o Investimento

** multiplicamos por 100 para expor o retorno em porcentagem

O retorno nominal é usado para divulgar a rentabilidade dos fundos de investimento, o retorno de um investimento em renda fixa e até mesmo nas campanhas de marketing para atrair clientes para determinados investimentos.

Esse retorno é o que você vê em seu extrato de investimentos e de fato é o que remunera os seus investimentos.

Para que você faça o seu dinheiro render mais, preste atenção ao retorno nominal 

Observar a taxa nominal de seus investimentos é importante.

Mas, será que é o suficiente? 

Faça seu dinheiro render mais em termos de retorno real (taxa real)

Como mencionei no início da matéria, a inflação representa o quanto perdemos em nosso poder de compra. Ela tem o poder de corroer o valor do dinheiro no tempo. 

Da mesma maneira que preços, salários, aluguéis etc, são reajustados de acordo com a inflação, os seus investimentos devem render mais que a inflação.

Dessa maneira, evita-se que o valor investido venha a perder o seu valor real.

Investimentos devem ser feitos para gerar frutos ao longo do tempo e por isso não podemos deixar a inflação corroer o valor do capital investido.

Sim, SEMPRE leve em consideração a inflação para tomar uma decisão sobre seus investimentos.

Para saber a taxa real de um investimento, você pode usar a Fórmula de Fischer. 

 

fórmula de fischer

 

 

Se um investimento rendeu 10% e a inflação foi de 5% no mesmo período, teremos que:

taxa real = {[ (1+0,10) ÷ ( 1+0,05) ] – 1 } x 100 -> [(1,10 ÷ 1,05) – 1 ] x 100 

taxa real = (1,047 – 1 ) x 100 -> taxa real = 4,76%

Por que usar a fórmula e simplesmente não diminuir a inflação do rendimento nominal?

Porque quando falamos de rentabilidade, capitalização e juros, estamos levando em conta juros compostos.

Nesse caso, para somar taxas, devemos multiplicá-las e para subtrair taxas, precisamos dividi-las.

Faça o seu dinheiro render mais: Como perder dinheiro mesmo vendo o saldo aumentando?

Em um primeiro momento pode parecer incoerente ver o saldo de sua aplicação financeira aumentando e ao mesmo tempo perder dinheiro.

A maneira mais fácil de entender que você perdeu dinheiro em uma aplicação financeira, é ver uma rentabilidade nominal negativa.

Dessa maneira não há dúvidas, pois o saldo atual é menor que o saldo anterior.

É muito comum encontrar rentabilidades negativas em investimentos de renda variável. Você pode estar pensando: “eu sou conservador, só invisto em renda fixa, não tenho rentabilidade negativa.”.

É aí que você precisa entender que existe uma maneira “camuflada” de perder dinheiro mesmo em aplicações conservadoras.

Se o seu investimento render menos que a inflação (no mesmo período), você terá o valor investido sendo corroído pela inflação. Em outras palavras, o capital investido estará valendo menos.

E isso não é raro de acontecer.

Por exemplo, em 2016,  ano de inflação elevada, o rendimento da poupança era inferior à inflação.

Investimentos em bancos com rentabilidade em 60, 70% do CDI, também tem grandes chances de render menos que a inflação.

Para que você faça o seu dinheiro render mais, procure investir através de corretoras independentes.

Veja a série histórica do IPCA abaixo: 

série historia IPCA turn wise

Elaborado por Turn Wise; dados IBGE

 

Perceba que o nosso histórico de inflação é alto. Por isso, você deve estar atento ao comportamento do IPCA ao traçar suas metas de investimentos.

Nos momentos de inflação alta, você deve buscar que investimentos com maior retorno nominal.

Conclusão

A rentabilidade nominal de um investimento é apenas um norte, um objetivo a ser seguido.

Para que você faça o seu dinheiro rende mais e ter uma análise real do rendimento de seus investimentos, é necessário comparar com a inflação, dessa maneira, você terá o rendimento real do seu investimento e estará protegendo o capital investido.

Fique alerta com investimentos feitos em grandes bancos como a poupança e renda fixa que remuneram menos que 100% do CDI. Você pode estar perdendo dinheiro nesses casos, mesmo vendo o seu saldo final crescendo. 

Procure uma corretora independente para que faça o seu dinheiro render mais.

Além disso, faça o seu dinheiro render mais para que você tenha uma aposentadoria tranquila.

Juntos pela sua liberdade financeira, 

Até a próxima.

 

assinatura autor RDP

 

 

 

 

Fontes:

https://www.bcb.gov.br/Pre/CMN/Entenda%20o%20CMN.asp;

https://pt.wikipedia.org/wiki/Inflação;

http://www.bcb.gov.br/conteudo/home-ptbr/FAQs/FAQ%2002-Índices%20de%20Preços%20no%20Brasil.pdf;

FRANCO, Gustavo H.B. A moeda e a lei: uma história monetária brasileira (1933 – 2013). 1ed. Rio de Janeiro, 2017. Capítulo 8.

0/5 (0 Reviews)
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Rafael Dadoorian

Rafael Dadoorian

Assessor de Investimentos

Artigos relacionado:

Deixe uma resposta

Novidades

Receba em seu email todas as novidades da Turnwise. E saiba antes de todos as novidades que vão te levar a conquistar sua liberdade financeira.