CDB: O Que É E Como Investir?

turn_wise_CDB

CDB: O Que É E Como Investir?

O Que É E Como Investir Em CDB ?

Você provavelmente já ouviu falar em CDB.

Ou até já investe ou já investiu em algum CDB no seu banco.

(E já vou te dar um spoiler… o banco que você tem conta é o pior lugar para investir em CDBs, eu vou te contar algumas armadilhas que eles fazem para você cair.)

Mas… você sabe como esse investimento funciona? 

O que acontece com o seu dinheiro enquanto ele está rendendo?

Será que CDB é tudo igual??? (Não… Não é tudo igual)

Você sabe quais são os riscos que o seu dinheiro está correndo ao comprar um CDB?

Risco? Sim… investir em CDB tem risco, não sabia?!

Se você não sabe a resposta para qualquer uma dessas perguntas, então fica aqui comigo que eu vou te explicar tudo isso.

Eu fiz esse artigo, pensando em quem não sabe nada sobre CDB mas deseja aprender para começar a investir.

E também, para quem já conhece, já faz investimentos em CDB e deseja aprender mais sobre esse assunto.

No final do artigo, eu vou te contar como eu faço o meu processo de decisão para escolher um CDB e ficar tranquilo.

Por que investir em CDB?

  • Previsibilidade e Segurança

CDBs são muito lembrados como opção de investimentos de renda fixa para investidores que estão iniciando sua jornada de investimentos e também para investidores conservadores.

Isso, porque a rentabilidade é previsível. 

Ou seja, você pode saber exatamente ou aproximadamente o quanto vai receber no vencimento da aplicação.

Além disso, os CDBs são mais seguros para quem está começando a investir.

E possuem a garantia do FGC, que é o fundo garantidor de crédito, que eu vou te explicar melhor como funciona mais a frente.

  • Diversificação

Por mais que o CDB esteja associado a investidores conservadores, ele é uma opção para qualquer perfil de investidor, do conservador ao agressivo.

Esse tipo de investimento pode ser usado como forma de diversificar sua carteira de investimentos.

A diversificação também deve ser feita, investindo em CDBs de diferentes bancos e diferentes tipos de rentabilidades.

É preciso estar sempre atento a saúde financeira do banco emissor do título.

  • Alternativa aos títulos públicos

Em 2016 tivemos uma grande migração de investimentos da poupança para os títulos públicos através do Tesouro Direto.

Apesar dos títulos públicos serem sim uma boa opção de investimento, existem outra maneiras de investir em renda fixa e ter um retorno maior.

É o caso dos CDBs, que são boas alternativas, para quem deseja ter ganhos maiores que os títulos públicos.

banner ebook introdução ao tesouro direto

O que é o CDB?

Afinal de contas, o que é o CDB?

CDB significa Certificado de Depósito Bancário, é um investimento de Renda Fixa.

E como o próprio nome diz, é um título bancário.

Isso que dizer que, ao investir em um CDB, você estará emprestando o seu  dinheiro para o banco por um prazo determinado na hora da aplicação.

O banco vai pegar esse dinheiro investido e alimentar a linha de crédito que eles oferecem para outras pessoas.

E como você está emprestando esse dinheiro, está abrindo mão de fazer qualquer outra coisa com ele, o banco vai remunerar o seu dinheiro com uma taxa.

O famoso Juro.

Aqui vai uma observação importante: esse investimento, fica registrado no seu CPF e sempre tem uma data de vencimento.

Isso quer dizer que, quando chegar o dia do vencimento, você vai receber automaticamente, o valor investido mais a rentabilidade já descontado os impostos.

Rentabilidade do CDB

A sua remuneração sobre esse dinheiro investido, será a sua rentabilidade.

A rentabilidade pode ser estabelecida de três maneiras.

  1. Pós-fixada
  2. Pré-fixada
  3. Mista
  • Rentabilidade Pós-fixada

A rentabilidade pós-fixada, vai acompanhar algum índice do mercado. Normalmente o CDI, que é a taxa de juros da renda fixa.

Dizer que um CDB é pós-fixado e tem sua rentabilidade atrelada ao CDI, significa que, o seu dinheiro vai acompanhar diariamente uma porcentagem do CDI, escolhida por você, na hora da aplicação.

Por exemplo, digamos que você investiu R$ 5.000,00 no CDB de um banco, para receber 115% do CDI ao ano.

Considerando o CDI em 6,5% ao ano durante todo o período de aplicação, a sua rentabilidade será de 7,47 % ao ano.

A vantagem de investir em um CDB pós-fixado, é que se o CDI subir enquanto o seu dinheiro estiver investido, a sua rentabilidade também irá subir.

É por isso que chamamos de pós-fixado. 

Por mais que você tenha feito o investimento para receber uma taxa do CDI, por exemplo, 110% do CDI, 120% do CDI.

O CDI em si pode variar, de acordo com o cenário econômico do país e as futuras perspectivas.

Então se o CDI subir, sua rentabilidade vai ser maior.

Se o CDI cair, sua rentabilidade vai ser menor.

Essa imagem aqui mostra alguns exemplos de CDBs pós-fixados.

Dê uma olhada na coluna taxas… As opções são sempre taxas em relação ao CDI

CDB pós turn wise

  • Rentabilidade Taxa Pré-fixada

Agora, ao investir em um CDB com taxa pré-fixada, você já irá escolher no momento da aplicação o quanto deseja ganhar de juros, até o vencimento do investimento.

Diferente do CDB pós-fixado, a rentabilidade do CDB pré-fixado será a mesma até o vencimento.

Não importa se a taxa de juros subir ou cair, se a inflação subir ou cair…

A taxa contratada não irá mudar.

E por isso, o nome pré-fixada…. 

Você já sabe a rentabilidade que vai ter, antes mesmo de fazer o investimento.

Vamos supor que você invista em um CDB que pague 12% ao ano, com vencimento em 2 anos.

Sua rentabilidade, será de 12% ao ano, independente do cenário econômico.

Essa imagem, mostra alguns exemplos de CDBs pré-fixados.

CDB pré turn wise

  • Rentabilidade Mista ou Híbrida

 Existe ainda, uma terceira opção de rentabilidade para os investimentos de renda fixa.

Algumas pessoas chamam de rentabilidade mista ou híbrida, porque ela é composta por duas etapas.

Uma parte da rentabilidade será atrelada a um índice, que normalmente é o IPCA, ou seja, se o IPCA subir sua rentabilidade irá subir, se o IPCA cair sua rentabilidade será menor.

Exatamente como um CDB pós-fixado.

E outra parte da rentabilidade, será uma taxa pré-fixada….

Veja a figura e perceba quem a rentabilidade é o IPCA + uma taxa pré-fixada.

CDB IPCA turn wise

 

Dê uma olhada nessa figura, eu resumi o funcionamento desse investimento em uma imagem:

Como funciona um cdb - turn wise

Como investir em CDB? Bancos grandes x pequenos/médios 

A grande  maioria das pessoas que investem em CDBs, fazem pelo próprio banco em que possuem conta corrente.

Se você já fez isso, tudo bem… Mas daqui para frente não poderá cair nessa cilada novamente.

Ou se você possui atualmente aplicações em CDBs no banco…

Pode abrir o seu extrato de investimento daqui a pouco, que você vai ver o quão pouco o seu dinheiro está rendendo.

E quando eu digo “Grandes Bancos”, me refiro aos bancos comerciais como Santander, Itaú, Bradesco, Banco do Brasil e Caixa Econômica.

Vou te contar 3 armadilhas que esses bancos fazem para te convencer a deixar o seu dinheiro com eles.

Armadilha 1: A taxa oferecida é baixa porque o valor do seu investimento é baixo.

MENTIRA.

A taxas oferecidas por esses bancos são absurdamente baixas, eu já vi investimento em CDB sendo remunerado em 75% do CDI, 80 % do CDI.

Isso é muito ruim.

Eles conseguiriam sim ter dar uma rentabilidade melhor, mas não fazem porque não interessam a eles.

Dessa maneira, eles ganham mais dinheiro.

Ainda tem mais. Eles prometem elevar a rentabilidade, caso você aplique mais dinheiro. Mas mesmo assim aumentam para 90% do CDI, o que ainda é muito ruim.

Ao investir em CDBs de pequenos e médios bancos, você conseguirá taxas que variam de 100% do CDI até 120% do CDI, já no primeiro dia.

Mesmo aplicando R$ 3.000,00, R$ 5.000,00.

Armadilha 2: A taxa oferecida é progressiva. Começa em 80% no primeiro ano e a cada ano, sobre 5%.

Sério, um cliente já me mostrou isso.

Ele aplicou um bom valor no CDB do banco e começou a receber 80% do CDI no primeiro ano e a cada ano iria receber mais 5% chegando no limite de 95%.

Isso não faz o menor sentido.

Novamente, ao investir em CDBs de pequenos e médios bancos, você consegue taxas que variam de 100% do CDI até 120% do CDI.

Já no primeiro dia, sem estresse, sem complicação, sem letrinhas miúdas no contrato.

Mesmo aplicando R$ 3.000,00, R$ 5.000,00.

Armadilha 3: Se investir nesse CDB eles vão zerar a sua taxa de manutenção da conta

Sério!?

Além de oferecer uma péssima rentabilidade ainda fazem essa chantagem.

Isso é uma questão de matemática.

Se você investir em um CDB que pague uma boa taxa, fora do seu banco é claro, terá dinheiro para pagar a taxa de manutenção da sua conta e ainda vai ter lucro.

Se você investir no CDB no seu banco apenas para não pagar taxa, vai perder dinheiro com a baixa rentabilidade do “investimento

Então, Como investir em CDBs de bancos pequenos e médios?

A primeira coisa que você tem que fazer, é abrir uma conta em uma corretora independente.

São corretoras que não possuem vínculos com bancos.

Nessas corretoras, você vai ter a possibilidade de escolher o CDB que mais te agradar.

Levando em consideração a taxa, o vencimento e o risco.

Para saber mais sobre o assunto: Como investir em corretoras independentes, você pode entrar em contato conosco.

Risco de crédito

Falando em risco…. existe sim risco ao investir em CDBs.

Na verdade, existe risco em qualquer investimento.

O maior risco da renda fixa em geral, é o risco de crédito.

Ou seja, é o risco que você corre ao chegar a data de vencimento do CDB e o banco não ter dinheiro para honrar o compromisso com você.

Em uma linguagem mais popular, é o risco de calote.

E isso pode acontecer, se o banco falir, quebrar.

É claro que os grande bancos tem menos chances de quebrar que os bancos de pequeno e médio porte,

Mas ainda assim, existem maneiras para você minimizar esse risco para investir tranquilamente em bancos menores.

A primeira maneira é o FGC.

FGC significa fundo garantidor de crédito. 

É um fundo particular, formado por instituições financeiras.

Essas instituições, contribuem para o FGC, para formar um caixa de emergência.

Se você tiver o CDB de um banco e ele falir antes de te pagar.

O FGC será acionado para cobrir esse saldo devedor com os investidores.

Hoje, o FGC limita o valor a ser devolvido em R$ 250 mil por instituição e por investidor.

Então, lembra da diversificação que eu te falei no início do vídeo?!

É importante usar CDBs de diferentes grupos financeiros, para ter a certeza que está coberto pela garantida doFGC.

Essa garantia está passando por estudos de mudança, a proposta é limitar a garantia no valor de R$ 1 milhão por investidor 

Além do FGC, as próprias corretoras costumam tem um comitê para analisar a saúde financeira dessas instituições, antes de deixar o CDB delas disponíveis para você.

Então, para saber mais sobre o FGC, você pode clicar aqui.

A segunda maneira  de correr menos risco é avaliar a saúde financeira do banco que está emitindo o CDB.

Todos os bancos são obrigados a repassar informações para o banco central, são obrigados a ter disponível em caixa uma parte de tudo que captam.

E essas informações são de domínio público.

Existe uma maneira muito simples e rápida de ter acesso a esses dados.

Lembra lá no início, que eu te falei que iria te contar como eu escolho um CDB para investir?

Então, essa pesquisa no meu processo de decisão de investimento.

E já que você chegou até aqui…vou te contar agora.

Extra: O meu processo de tomada de decisão: Rentabilidade + Saúde Financeira do Banco Emissor

Eu uso 4 filtros para decidir qual CDB comprar.

O primeiro é o tipo de rentabilidade que estou procurando, se é pós-fixada, pré-fixada ou mista.

Vamos supor que eu escolha o pós-fixado, atrelado ao CDI. Em seguida, estipulo o valor a ser investido.

Saber o valor é importante porque já consigo definir o prazo do investimento.

Ou seja, por quanto tempo eu consigo abrir do valor a ser investido.

Digamos que eu queira investir R$ 30.000,00 por 3 anos.

Sabendo disso, eu descarto todos os CDBs com vencimento abaixo de 3 anos.

Sobram apenas, duas variáveis. A rentabilidade e o banco emissor.

É muito comum e tentador querer escolher a maior rentabilidade. Mas e se o banco emissor estiver tendo prejuízos atrás de prejuízos?

Será que vale a pena? Para mim não.

Então, eu vejo as rentabilidades oferecidas nos CDBs com prazos de 3 anos, e seleciono 3 opções de rentabilidade.

Digamos que tenha um banco oferecendo 116% do CDI, outro 118% do CDI e um terceiro oferecendo 120%.

E aqui está o pulo do gato.

Eu entro no site bancodata.com.brdigito o nome do banco para ver como anda a saúde financeira dele.

Em seguida eu olho o índice de Basiléia, que por decisão do banco central, deve ser no mínimo 11% e o índice de imobilização, que deve ser no máximo 50%.

Basiléia banco data turn wise

E por último, vejo o quadro de Histórico de Lucro Líquido, que precisa estar positivo e crescendo ao longo dos anos.

Histórico de Lucro banco data turn wise

Essas 3 variáveis precisam estar verde para eu pode escolher o CDB.

Então, se das 3 opções que eu separei, o banco que oferece a menor rentabilidade for o único com essas 3 variáveis verde, não há dúvida, é nele que eu vou investir.

Espero ter ajudado você a entender sobre esse tipo de investimento. Qualquer dúvida, entre em contato conosco.

Um grande abraço.

Juntos pela sua Liberdade Financeira.

assinatura autor Rafael Dadoorian

5/5 (3 Reviews)
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Rafael Dadoorian, CEA®

Rafael Dadoorian, CEA®

Especialista em Investimentos

Artigos relacionado:

Este post tem 7 comentários

  1. Muito obrigado aprendi muito.

    1. Que bom Samuel, ficamos felizes com o seu aprendizado

  2. Gostei muito do artigo. É bastante claro e de fácil entendimento.

    Graciellemfo

    1. Muito obrigado. Continue nos acompanhando.

  3. Hi! This post couldn’t be written any better!
    Reading this post reminds me of my good old room mate!
    He always kept chatting about this. I will forward
    this page to him. Fairly certain he will have a good read.

    Thank you for sharing!

Deixe uma resposta

Novidades

Receba em seu email todas as novidades da Turnwise. E saiba antes de todos as novidades que vão te levar a conquistar sua liberdade financeira.