5 Erros Financeiros que você pode estar cometendo ( o #1 é o mais comum)

Turn_wise_porquinho

5 Erros Financeiros que você pode estar cometendo ( o #1 é o mais comum)

“Se você compra coisas que não precisa, logo estará vendendo coisas que você precisa.”

                                                                                                                                       Warren Buffett

Semana passada comentamos sobre a importância de pagar-se primeiro. Caso você não tenha lido ainda, clique aqui para ler.

Nessa semana, iremos comentar sobre os 5 erros mais comuns que as pessoas fazem ao lidar com as finanças (as vezes, eu mesmo cometo alguns):

1.Anotar os gastos de cabeça

Já comentamos anteriormente a importância de anotar os gastos, pode ser numa planilha ou num pedaço de papel. O importante no início é a atitude. Criar uma rotina de saber para onde seu dinheiro foi.

Anotar os gastos de cabeça é um dos piores atos para tentarmos controlar as finanças. Afinal, de cabeça sempre “puxamos” os valores para baixo além de esquecermos outros.

Confesso a vocês que não olho minha planilha todos os dias e, após ter ficado uns dias sem atualizá-la percebi que os 100 reais que estava anotando de cabeça viraram 238 reais quando olhei o extrato da conta.

Perceberam a importância dessa atitude? Se em alguns dias perdemos um pouco o controle, imagine o que pode acontecer se criarmos o vício de “anotar” os gastos de cabeça.

 

banner ebook introdução ao tesouro direto

2.Utilizar o crédito sem moderação

Concordo que utilizar o crédito pode ser uma boa opção desde que se tenha um propósito. Por exemplo, utilizar o cartão com disciplina a fim de conseguir alguns pontos em programas de milhas pode ser válido, porém aumentar seus gastos descontroladamente pode fazer com que você caia na famosa bola de neve. Uma consequência ruim dessa bola de neve é a venda de ativos já conquistados para quitar a dívida.

Uma análise do perfil de inadimplentes feito pela SPC e divulgado em agosto de 2017 mostrou que as contas ligadas ao crédito são as mais atrasadas e um dos motivos para ter o nome no vermelho foi a falta de controle financeiro.

3.Aumentar o padrão de vida e descontrole emocional

Aumentar o padrão de vida com o passar do tempo é uma das coisas que mais acontecem. O problema é quando, por algum motivo financeiro tal como perda de emprego, despesas medicas etc., torna-se necessário ter uma vida mais simples. Diminuir o conforto da família pode gerar um stress e ser muito mais difícil do que foi quando o padrão de vida foi aumentado.

A análise feita pela SPC mostrou que algumas pessoas chegaram a comprar algum item novo para se sentirem valorizadas em um evento. Problemas relacionados à ansiedade ou insatisfação no trabalho também foram apontados como desculpas para os gastos extras.    

4.Não ter reserva de emergência

Não ter a reserva de emergência pode ser comparado a não ter o pneu step do carro. Você nunca vai saber o real motivo dele até que seja necessário o seu uso.

Pode nunca aparecer uma real emergência, mas elas nunca avisam quando chegam. Você nunca vai saber quando o seu carro vai sofrer uma batida ou uma doença aparecer até que apareça e você não esteja preparado. Uma reserva de emergência pode ser muito útil para imprevistos assim como o pneu step do seu carro é quando o principal fica ruim.

5.Não se preparar para o futuro

Talvez seja o ato mais errado dos brasileiros. Começar a se preparar para o futuro não inclui somente a aposentadoria, mas ter um planejamento para as etapas futuras. Não comprar por impulso, fazer um planejamento para a troca do carro, casa e viagem é um bom exemplo de preparação para o futuro.

Uma estratégia comum que é indicada é dividir seus objetivos em planos de: curto, médio e longo prazo.

O plano de curto prazo serve para as contas de até dois anos. A reserva de emergência está enquadrada nessa estratégia. Já o plano de médio prazo inclui objetivos de até cinco anos. Uma mudança no carro ou uma viagem podem ser enquadradas nessa segunda fase. No plano de longo prazo estão os objetivos superiores a cinco anos. Moradia quitada ou a aposentadoria se encaixam perfeitamente nessa terceira estratégia.

Então, possuir uma estratégia de como lidar com seu dinheiro pode ajudar bastante o seu bolso. Contar com uma ajuda financeira ajuda muito nas estratégias que o seu bolso pode vir a tomar com alguns imprevistos.

Turn Wise

0/5 (0 Reviews)
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Ruan Nogueira

Ruan Nogueira

Especialista em Investimentos

Artigos relacionado:

Deixe uma resposta

Novidades

Receba em seu email todas as novidades da Turnwise. E saiba antes de todos as novidades que vão te levar a conquistar sua liberdade financeira.